segunda-feira, agosto 14, 2006

Escrita na Paisagem, Festival de Performance e Artes da Terra, cruza as artes performativas e da terra com a paisagem alentejana.

Press release:
Nesta terceira edição, o tema do Festival formula-se a partir de 3 palavras-chave: comer-cheirar-agricultura.
A especificidade do lugar procura-se, aqui, na especificidade do comer / cheirar de um território que tem ainda uma forte matriz agrícola. E disso procuramos falar, enraizando os sentidos no rural alentejano.
Os espectáculos propostos são, em cada caso, leituras do comer/cheirar específicos de muitos lugares, entre a ficção e a (nossa) realidade. Desde a dimensão crítica (Pedro Almeida, Kubik), passando pela riquíssima experiência de partilha que propõe o ‘Teatro de comer?’, pela fantasia da cozinha como lugar de excelência sonora (Sonic Kitchen), pela releitura activa do Walden de Thoreau (autor do século XIX mas afinal bem nosso contemporâneo) que nos propõe o Teatro do Vestido, pelo humor do ‘Cozido à portuguesa’ que o Ensemble JER apresenta, ou ainda pela ‘Ùltima ceia’ dos Reckless Sleepers, todas as propostas tomam o comer enquanto manifestação dessa ‘arquitectura dos sabores’ que pertence a cada lugar e a todos os lugares.Exposições, instalações, uma Mostra de vídeo, andamentos, encontros, projecção de filmes, oficinas de formação, refeições temáticas completam a programação desta edição que retoma a mesa como lugar convivial e aproxima geografias e realidades em que o comer, o cheirar e a agricultura marcam encontro.
Saibam mais aqui: escritanapaisagem.net

Sem comentários: