segunda-feira, janeiro 05, 2009

Discos novos na Zona 8

Forteba "for some time pass"

De regresso o húngaro Krisztian Dobrocsi para o seu 2º disco, mais uma vez pela Plastic City. Desta feita a explorar a face mais deep da música house, sem nunca perder o norte da pista de dança e sem nunca esquecer as emoções e sentimentos que a música pode despertar.

> posto de escuta <



Huge Hefner "nymphotec"

Entre o som jackin house de Chicago e o moderno techno. É assim que Billy Dalessandro (aka Huge Hefner e um dos donos da editora Siteholder) descreve o seu disco.

> posto de escuta <



Shahrokh Sound Of K "dripping point"

Com participações vocais de Jamie Lloyd, Siri Svegler, Toyin Taylor e do ícone Robert Owens, "dripping point" é um disco que apresenta grandes temas de nu-jazz e deep/soulful house, com instrumentais muito bem conseguidos. Uma viagem agradável pelos trilhos da música electrónica mais dançavel.

> posto de escuta <



Terre Thaemlitz "midtown 120 blues"

Depois de vários 12" surge agora o albúm de DJ Sprinkles. "There must be a hundred records with voiceovers asking 'what is house?' The answer is always some greeting card bullshit about life, love, happiness" ouve-se a certa altura do disco, a house que se ouve neste disco é aquela obscura e experimental (algumas vezes mininal), mas muito sentimental e real. "Midtown 120 Blues" é apresentado como "o ritmo das pistas de dança vazias onde ressoa as dificuldades do trabalho dos transgenders, o mercado negro das hormonas, o vicio das drogas e do alcool, o racismo, a crise sexual e de género, o desemprego e a censura.

> posto de escuta <



Djinji Brown "afro bionic"

Da editora de Osunlade surge mais um disco interessante de, digamos assim, ancestral black house com raízes space-age, tribal, deep/soulful/tech house. Parece complicado mas não é, é apenas música feita com muito bom gosto onde predominam os sintetizadores e as percursões com inspiração em África.

> posto de escuta <

Sem comentários: