sábado, maio 26, 2012

Discos novos na Zona 8

Nos últimos tempos tem  nos chegado alguns discos bastante interessantes, infelizmente temos tido pouco tempo para os poder mostrar aqui no nosso blogue.
Assim, e para não perder o fio à meada, vamos fazer este post onde os vamos apresentar de forma rápida.
Vão ver que vai valer a pena explorarem estes discos.

Justin Martin "ghettos & gardens" [Dirtybird]

Um casamento bastante interessante entre melodias e linhas de baixo este disco de estreia de Justin Martin. Música em doses equilibradas para o corpo e para a mente, sem querer fazer algo de extraordinário Martin consegue fazer um disco bastante interessante com ritmos dubstep, house, techno e ritmos quebrados (e também algum humor à mistura..




 Pawas "starvation to salvation" [Night Drive Music]

Apesar de ser uma colecção de faixas antigas e que nunca foram lançadas para o mercado, este disco mostra toda a habilidade de Pawas, indiano agora a viver na Alemanha, para fazer deep house. O álbum é apresentado como uma viagem espiritual do produtor, por isso mesmo é bastante notória a profundeza das produções.





 Jin Choi "a thousand whales of love" [Private Gold]

Mais um notável disco de estreia. Desta vez é Jin Choi, coreano a trabalhar em Berlim para o canal de televisão MTV, mas fiquem descansados que a sua música não soa ao comercialismo do canal de tv. Tendo como base a house music, Choi mostra a sua multifacetada produção musical, sempre de bom nivel.





Delano Smith "an odyssey" [Sushitech]

Delano Smith é uma lenda viva do djing de Detroit, tendo feito parceria com alguns nomes fortes da cena house daquela cidade norte-americana. Só por isso já vale a pena escutar este disco, mas esta obra de techno influenciado pela house é uma bonita viagem sonora.





 Soul Clap "efunk" [Wolf + Lamb]

Já há algum tempo que rodamos na Zona 8 algumas faixas do disco de estreia dos Soul Clap para a editora Wolf + Lamb, mas só agora foi possível mostra-lo.
Embora não seja nada de especial, é um álbum que se escuta bem e que dá um pouco a conhecer o louco e irreverente mundo desta dupla.





Nick Curly "between the lines" [Cecille]

Este pode não ser o derradeiro disco para a pista de dança, mas é certamente muito bom para bater o pézinho e apanhar vibrações positivas. Vão encontrar um disco bastante equilibrado e harmonioso, especialmente para fãs de Moodymann, Phonique ou Luciano.





Edward "teupitz" [White Music]

Até agora Edward (aka Gilles Aiken) era totalmente desconhecido por estes lados. Agora com este seu primeiro disco ( e primeiro também para a editora White) ficamos apreciadores das produções minimais, mas potentes, deste senhor. Teupitz é a cidade alemã para onde Edward se mudou, quase por acidente, recentemente, mas as influencias musicais vem de outras cidades como Detroit ou Berlim.





Boddhi Satva "invocation" [BBE]

O press-release deste disco de Boddhi Satva diz "when music is the soundtrack of universal rituals - birth, graduation, marriage, and ancestorship, that’s Ancestral Soul’".
"Invocation" é um trabalho de música de dança orgânica, tambores de África (Satva é originário da República Central Africana), linhas de baixo líricas, guitarras de estilo elegante, melodias cheias de groove, e uma boa dose de excelentes vozes convidadas, como são exemplo Vikter Duplaix, Pegguy Tabu, Leslie Kisumuna ou C Robert Walker.
Boddhi Satva mostra por aqui que estudou bem a lição com o seu mestre Louie Vega.





Roberto Rodriguez "dawn" [Serenades]

A partir da segunda capital mais a norte do mundo, Helsínquia (Finlândia), Roberto Rodriguez traz este registo de house caprichado, com tudo para funcionar desde os pequenos bares ás pistas de dança de mega-discotecas, do underground ao mainstream, do pôr do sol ao nascer do sol. É só escolher a faixa adequada ao sitio certo.
Fica uma ideia, que tal juntar um grupo de amigos e amigas e cada um escolhe a faixa que mas se adequa ao seu gosto, vão ver que há para todos (desde que sejam fãs de música electrónica).
Uma curiosidade: Roberto Rodriguez começou a criar as suas faixas no, agora pré-histórico, Commodore Amiga 500.





Simian Mobile Disco "unpatterns" [Wichita]

James Ford e Jas Shaw estão de volta aos discos. E por vontade dos próprios este é um disco para encher clubs, cheio de funky techno, hard house, minimal disco, Chicago house e afins, porque os rapazes queriam produzir faixas para poderem passar na pista de dança e pôr o pessoal a dançar.
Por aqui nós aprovamos.im. Venham mais ass





Iron Curtis "soft wide waist band" [Mirau Musik]

Da terra das hambúrgueres - segundo o mito urbano - Hamburgo (Alemanha) via Berlim chega o LP de estreia de Iron Curtis para a editora de Tensnake, um elegante namoro entre o techno e a house, mas também com alguma influencia dos sons vindos de Londres.
Faixas dentro das 120 bpm, com muito bom feeling e positivamente profundas, que certamente agradarão a ouvidos exigentes.



Sem comentários: