sexta-feira, outubro 23, 2015

Hysterical Literature


Esta é uma série que já conhecemos desde o seu inicio, 2012, mas (sabe-se lá porque !) nunca a partilhamos por aqui.
O realizador, escritor e fotógrafo premiado Clayton Cubitt (nascido em nova Orleães e criado em Nova Iorque) resolveu explorar a dualidade entre o corpo e a mente na série de vídeos "Hysterical Literature", que apresenta mulheres a ler textos de livros clássicos e sendo estimuladas para o orgasmo com um vibrador.
Nessa sinestesia, mente, corpo e literatura alcançam um verdadeiro transe. A série de vídeos também questiona o contraste entre cultura e sexualidade, se o orgasmo, principalmente o feminino, ainda é criminalizado por religiões e sociedades por que não transformá-lo em arte?
O nome do projecto também não é inocente, refere-se ao facto de o vibrador ter sido inventado pelo médico George Taylor em 1869 para ajudar no tratamento da histeria feminina. O aparelho era indicado para todas as mulheres que apresentavam sinais de irritabilidade, ansiedade, depressão e falta de apetite. O tratamento recomendado era a massagem no clitóris, realizada directamente pelo médico. Escusado será dizer que o vibrador veio facilitar a vida aos médicos.
Vejam agora agora 5 dos vídeos seleccionados por nós da série "Hysterical Literature".







Sem comentários: